segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Pling pling





Não me cortaram os pulsos,
é qualquer fuga invisível,
mas sinto-me a esvair....

2 comentários:

cris disse...

Não cortaram porque seriam incapazes.
Já te quedaste a ouvir bolas de cristal cair redondas num chão macio de nuvens? Esse "pling pling" é o que se ouve.
Para os outros é chuva, mas, para ti, não! É uma oferenda!
Aproveita e baila ao sabor dessa melodia.
Não te esvais, estás a voar...
Deixa-te ficar assim e sê tu!
Vales tanto!
Interioriza isso, esse sentimento, essa força e o "pling pling" servirá para ornar tudo o resto.
Beijo,
Cris

Chloé disse...

Cris, obrigada por relativizares os meus plings...