quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Verbo FELICIDADE (VII)

Nada o prendia, mas foi ficando!

1 comentário:

Cris disse...

borboleta

é tão bom gostar
é tão bom passear por aqui

não pensar em mais nada

quem sabe um dos verbos [me] pouse na mão,
tornando-a de veludo...



E eu adoro ler-te, também sabes, Chloé :-)