sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Família

Gosto de poder te admirar, à tardinha,
Sentado no jardim a abraçar os nossos filhos
E saber que à noite esses braços serão meus!
Gosto de nesse momento ficar assim a assistir
À tua felicidade, à tua vida...da janela, cá de cima,
E sorrir por sermos uma família sem pressões
Que encerra nela todos os valores que nos ligam!

2 comentários:

cris disse...

Que prazer deve ser estar sentada à mesa e tu, tão materna, servires um a um!
Que delicia imaginar-te assim, quase tão bonita quanto tu o ès, de facto!!

Cometa 2000 disse...

muito bela a simplicidade das hortências e da infância.

belo assinalar o essêncial.

:)